Fornecedores dropshipping: como negociar?

Como driblar o impacto dos custos de logística no mercado brasileiro se eles representam quase 13% do Produto Interno Bruto (PIB) do país, considerando transporte, serviços administrativos, armazenagem e estoque? O índice, apresentado pelo Instituto de Logística e Supply Chain (Ilos), parece ainda mais alto quando comparado ao dos Estados Unidos (7,8% do PIB). O caminho pode estar na parceria com fornecedores dropshipping.

Manter o estoque da sua empresa na fonte ainda é uma prática mais comum entre fornecedores internacionais, mas começa a ser adotada no Brasil, favorecendo a redução dos custos finais das companhias e tornando-as mais competitivas. Dados da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm) mostram que 16,8% dos empreendedores entrevistados têm parte do seu armazenamento no modelo dropshipping e 8,6% deles usam esse sistema integralmente.

Neste artigo, vamos falar sobre a necessidade de encontrar fornecedores confiáveis e saber negociar com eles para a redução de custos. Aproveite a leitura e faça bons negócios!

Como encontrar fornecedores confiáveis?

Fornecedores dropshipping relacionam-se diretamente com o seu cliente e, por isso, têm como um dos seus pontos críticos a qualidade do produto a ser entregue ao consumidor final — já que ele não passará pelo seu crivo antes. Além disso, deve haver confiança e transparência na relação com o parceiro na questão do prazo de entrega, que comumente traz problemas para a empresa.

Outra forma de garantir a confiabilidade do seu fornecedor é a busca de um parceiro que ofereça suporte no atendimento à sua empresa, uma forma de manter um contato mais direto, ágil e eficiente na solução de problemas. Por fim, uma maneira saudável de garantir a qualidade na prestação do atendimento é encontrar mais fornecedores de qualidade para atender à demanda sem entraves.

Devo escolher fornecedores dropshipping nacionais ou internacionais?

No Brasil, essa modalidade é ainda recente e há poucos parceiros que se dispõem a atuar no modelo dropshipping, mas a expectativa é de que o mercado cresça nos próximos anos. Por enquanto, lideram esse segmento os chineses, os tailandeses e os indianos. Portanto, ao optar por fornecedores nacionais, suas escolhas ainda estarão mais limitadas, dependendo do segmento.

De toda forma, é preciso minimizar os riscos da relação com empresas internacionais, garantindo o padrão de qualidade esperado e a segurança no pagamento, facilitando a comunicação e verificando a sua reputação. Existem soluções para a prospecção de fornecedores internacionais, que ajudam a descobrir se a empresa é confiável e a tomar decisões relacionadas aos parceiros, com menos riscos em suas negociações.

Vale lembrar que, principalmente devido aos tributos e encargos trabalhistas, os valores dos produtos importados são menores do que os oferecidos pelos fornecedores nacionais. Por outro lado, o prazo de entrega costuma ser muito mais longo nas empresas estrangeiras. Outra barreira a ser transpassada é a do idioma, da sua gestão à distância e os possíveis entraves alfandegários.

Como negociar com grandes fornecedores?

A negociação com grandes fornecedores é um desafio que deve ser encarado pelas empresas a partir da mudança de alguns processos internos, que podem ajudar a torná-los parceiros estratégicos. O objetivo, no fim, é manter o padrão de qualidade no atendimento ao cliente final e, para isso, é preciso que as negociações tenham valor para ambas as partes.

Mas, em alguns casos, será necessária coragem para deixar alguns fornecedores para trás em busca de uma transação mais vantajosa para o seu negócio. Veja alguns insights sobre a negociação com seus parceiros!

Trazer mais valor para o fornecedor

Quando uma empresa cria uma relação de confiança com um grande fornecedor, ao ponto de ele tornar-se tão estratégico que ganha certo poder em relação aos seus processos internos, é preciso buscar um equilíbrio nesse relacionamento. Estamos falando sobre transformar a transação comercial entre vocês em uma parceria estratégica.

Uma maneira de fazer isso é oferecer a ele a oportunidade de entrar em novos mercados por meio dessa parceria. Um exemplo concreto: uma empresa de cosméticos vinha sofrendo com os reajustes constantes do seu fornecedor de embalagens, mas não havia muita saída, pois o processo de fabricação e os materiais usados por ele eram únicos no mercado.

Para solucionar o impasse e conseguir a redução de custos de que precisava, a empresa buscou a entrada em um mercado em desenvolvimento, abrindo as portas para uma negociação conveniente para o fornecedor: em troca de uma redução de 10% nos custos, a empresa garantiria o uso das embalagens oferecidas por ele nesse novo mercado.

Mudar a forma de comprar

Nem sempre há possibilidade de criar mais valor para os fornecedores. Nesse caso, a saída é mudar seus padrões de compra. Mas é preciso lembrar-se que fazer isso envolve um estudo de todas as áreas que serão afetadas por essa mudança. Um exemplo prático disso é canalizar para esse fornecedor estratégico o fornecimento de produtos que antes eram comprados de parceiros diferentes podendo, dessa forma, negociar margens de desconto maiores.

O contrário disso também vale, em alguns casos. Se um fornecedor é responsável pela oferta de muitos produtos para a sua empresa e os valores têm sido maiores do que o seu lucro consegue acompanhar, você pode buscar outros parceiros que ofereçam serviços semelhantes, mantendo a qualidade e reduzindo os custos.

Por fim, você ainda pode alterar a demanda desviando o volume de compras que costuma fazer junto a esse fornecedor, trocando aquele produto por outro mais barato. Em alguns casos, a mera ameaça de que isso ocorra pode levar aquele fornecedor a abrir-se mais à negociação.

Por exemplo: um varejista decidiu reduzir a criação de documentos entre seus funcionários, determinando que parte deles precisariam apenas ser lidos. Com isso, eliminou 75% das suas licenças de softwares de escritório, trocando-os por uma alternativa de baixo custo, que oferecia somente leitura de documentos.

Criar fornecedores

Muitas vezes, o empreendedor pode perceber que a saída para a redução de custos junto aos fornecedores é a criação de uma fonte de fornecimento completamente nova. Isso pode demandar uma mudança em seu próprio modelo de negócios, alterando a dinâmica competitiva e, até mesmo, a estrutura da fabricação do seu fornecedor e da sua empresa. A proposta é arriscada, mas se for precedida de planejamento e estratégia, pode transformar suas perspectivas.

Uma das formas de fazer isso é trazer para seu lado um concorrente de outro lugar que, por alguma razão, não conseguiria entrar em seu mercado. Por exemplo: uma companhia aérea americana que reduziu seus custos com alimentos estimulando uma empresa europeia a entrar no mercado de catering com modelo de produção inovador, oferecendo produtos de alta qualidade a preços baixos em troca de contratos de longo prazo.

Encontrar fornecedores dropshipping confiáveis favorece a redução dos custos finais das companhias e ajuda a torná-las mais competitivas. Utilize soluções de prospecção de empresas internacionais que possam tornar-se parceiras do seu negócio descobrindo sua reputação e tomando decisões mais certeiras, reduzindo os riscos das transações.

Mantenha-se informado com conteúdos relevantes sobre esse tema assinando a nossa newsletter e recebendo o material em sua caixa de e-mails!

Cial D&BFornecedores dropshipping: como negociar?

Posts Relacionados

Futuro do Supply Chain: digitalização para mais eficiência

A transformação digital e as novas tecnologias utilizadas pela Indústria 4.0 vêm modificando a forma de fazer negócios, assim como a cadeia de suprimentos. O futuro do Supply Chain está sendo moldado a partir do uso de uma série de plataformas e aplicativos que combinam a Internet of Things (IoT) com a Inteligência Artificial (AI), blockchain e o

Como a escolha do fornecedor impacta a satisfação do cliente final?

Alcançar a satisfação do cliente final é um dos grandes desafios das empresas contemporâneas. Isso porque, em um mercado altamente disputado, cliente satisfeito significa boas referências – ou seja: uma boa reputação. Há muitas variáveis que influenciam essa imagem que os clientes (ou potenciais clientes) constroem ao buscar uma empresa. Porém, é grave que muitos gestores e